top of page
  • Foto do escritorFernando Adas

Anitta X Samara Joy: alguém viu um concorrente por aí?

Atualizado: 23 de fev. de 2023

Publicitário Fernando Adas escreve para o Vendedor Profissional


Samara Joy e Anitta. Foto: Tv Cultura

Após muita expectativa e alguma comoção por termos Anitta entre as concorrentes do Grammy, a brasileira perdeu o prêmio para Samara Joy.


Samara o quê? Disseram muitos.


Confesso que também não a conhecia e fui ouvir essa tal “alegria”.


Quer saber? Fiquei encantado com a voz densa e cristalina.


Não que Anitta não tenha seus méritos capazes de gerar uma legião de fãs revoltados com a injustiça da premiação, mas por algum motivo, o jazz sobrepôs o funk.


Não entendo muito os critérios de premiação do Grammy e, por mais subjetivos que possam ser, sempre cabe a pergunta: “Tem sentido comparar dois ritmos musicais tão distintos?”


A questão surge quando pergunto aos meus clientes sobre “quem são seus concorrentes”.


  • Tem sentido comparar a sua marca com aquela sua vizinha na gôndola do supermercado?

  • Tem sentido comparar o seu filho com o colega dele na escola?

  • Quem é o melhor?


Existem várias formas de considerarmos a concorrência.

A maneira mais óbvia é aquela que compara aspectos materiais, dois shampoos, duas camisetas, dois cabeleireiros.


Neste caso, a concorrência é facilmente percebida e, por isso, analisada e controlada.


Certo?


Errado.


E quem lava os cabelos com sabonete? E quem veste camisa? E quem prefere cortar o cabelo em casa? Ou seja, quem resolve uma necessidade de um jeito diferente da solução que a sua marca propõe.


Estamos falando então sobre uma análise de relevâncias e, assim, você já percebeu que a concorrência se ampliou em quantidade e perfis.


Certo?


Sim.


Suficiente?


Não.


Como não? Se fabrico shampoos e conheço todos os demais fabricantes do segmento, além de sabonetes e afins, onde mais há concorrentes?


Na carteira do seu cliente.


Seu verdadeiro desafio na luta contra os concorrentes está na sua participação no orçamento do seu cliente, o que chamamos de “share of wallet”.


De cada R$100,00 que seu cliente gasta, que fração ele gasta com você?

Nesta visão mais ampla e realista, qualquer compra pode atrapalhar o desempenho de sua marca.


Por isso, não parece tão absurdo que a Samara Joy concorra diretamente com a Anitta. Ambas disputam a atenção do público e da crítica.


E se após a leitura desse texto, você ficou mais perturbado com suas análises de mercado, proponho que você desista de ser o melhor a todos, a todo o tempo.


Seja o melhor hoje, aos seus clientes, àqueles que estão com você, conhecem seus pontos forte e fracos e permanecem comprando.


Aplauda quem está no palco da sua marca e deixe que os seus aplausos sejam ouvidos pelos que ainda estão lá fora na fila da concorrência.

Aos poucos, eles virão espiar a sua performance.



* Fernando Adas é fundador e diretor de planejamento e atendimento da Fine Marketing e autor do livro “O Safado, a Biscate e Eu: causos, cases e casos de um publicitário indiscreto”.



Oferecido pelo site Vendedor Profissional, escute o podcast BoraVoar, apresentado por Diego Maia, o palestrante de vendas mais requisitado do Brasil:



Talvez você se interesse por este conteúdo:


Comentários


bottom of page